BEM ESTAR FEMININO

Pesquisa Americana Revela Segredo do Coquetel ‘’Anti-Cistite’’, que expulsa a Infecção Urinária em mulheres.

Maria está livre das infecções urinárias há 8 meses e conta os segredos. Colocou de volta o casamento aos trilhos e aposentou a fralda geriátrica e os antibióticos.

5/5

Tempo de leitura 3 minutos

Incontinência urinária é a perda involuntária de urina, uma consequência da falta de controle sobre a bexiga por disfunção na musculatura.

Pesquisa aponta redução de 26% em reincidências nas infecções. Essa nova fórmula usada por Maria está sendo, neste momento, a salvação de centenas de mulheres nos Estados Unidos e no Brasil.

Usuárias relatam não terem mais infecções urinárias por 6 meses com esse novo método preventivo. O Coquetel Anti-Cistite foi autorizado pela Anvisa e não há necessidade de prescrição médica. Além disso, não há contraindicações.

“O meu ginecologista pensava que eu não fazia a higienização da forma correta e chegou a afirmar que meu caso não teria mais jeito. Já tinha vergonha de ir para o médico e hoje tenho mais por medo de ouvir esses absurdos. Quase cheguei a um caso de depressão” diz Maria.

Se você sofre de infecções urinárias repetidas vezes, esta será a história mais emocionante que você vai ler este ano.

44% das mulheres que manifestam algum quadro de cistite acabam tendo alguma recorrência dentro de 6 meses.

Mas Maria, a qual os médicos se referem como uma ex-paciente de Cistite (uma infecção que acomete a bexiga e causa Infecção Urinária), conseguiu a solução com uma ex-professora da faculdade de biologia, com quem ela não falava há mais de 8 anos.

Entrevistamos ‘’Maria’’, que, por vergonha, pediu para não representá-la com o nome verdadeiro.

Por respeito à nossa entrevistada, demos o nome de Maria das Mercês.

Maria, de 31 anos, moradora do Sul de Goiás, precisava ter que esperar pela longa fila do S.U.S para ser atendida na Unidade Básica de Saúde quando a crise atacava.

Sofria na míngua de dores e constrangimentos do pinga-pinga na calça e, por isso, precisou fazer uso de fralda geriátrica, em razão da incontinência urinária. Ela conta que isso foi um verdadeiro tombo e marcou a vida dela.

Ardor e dores na genitália eram um problema contínuo que lhe apareciam a cada 2 meses. E, para sua recuperação, precisava de dias de ‘’molho’’. Isso causou para ela e seu marido algumas discussões.

“Eram naturais as discussões, eu entendo. Não eram fáceis os tratamentos para curar a doença.Ficava entre 7 a 15 dias tentando achar uma solução com os médicos, até encontrar a cura com os antibióticos.

Nesse meio tempo, entre tratamento e cura, ficamos sem proporcionar prazer no nosso namoro. Era uma fase muito incômoda aquela ardência toda, era impossível ter relações sexuais daquela forma.

Eu fui largada na cama por diversas vezes por meu marido por conta dessas infecções. Era um sonho voltar ao namoro caloroso de antes. Estava devendo isso”. explica ela.

E para piorar sua rotina, as cólicas chegavam tão fortes que lhe faziam chorar e lhe atrapalhavam de fazer tarefas diárias ou de seguir para o trabalho. Por diversas vezes, passou por constrangimentos dos colegas por conta das idas ao banheiro.

”Eram dores no pé da barriga que acompanhavam pequenas gotas de sangue ao urinar. Eu chorava de tão fortes; nem o Atroveran dava jeito. Chegava a ir para o banheiro 5 vezes na parte da manhã e lá ficava por 30 minutos com aquela ardência, sofrendo no silêncio. E, após o almoço, voltava mais 5 ou 6 vezes. 

Algumas amigas viam aquilo e, no retorno, a fofoca corria pelo escritório. Todos os colegas colocavam um olhar cismado para mim. Me sentia envergonhada. Imagine alguém que vai mais de 10 vezes ao banheiro em um único expediente… Causa estranheza. ’’

Os antibióticos não surtiam mais efeito no organismo da Maria das Mercês. Ela já estava resistente a mais de 4 antibióticos. E a cada nova infecção que ela tinha, os médicos precisavam DOBRAR ou até TRIPLICAR as dosagens, ficando o tratamento cada vez mais insustentável.

“Para você ter uma noção, cheguei a usar sonda para aplicar antibióticos na bexiga”.

Ela já sentia vergonha de entrar pela vigésima vez no consultório do ginecologista que a tratava. E, como se tudo isso não bastasse, ela conta que, em uma consulta, um médico lhe disse no consultório que o caso dela não teria mais solução com os antibióticos, o que a fez desanimar em buscar por uma solução tradicional.

“Imagine a situação de uma mulher com sérios problemas de infecções entrar no mesmo consultório médico por várias e várias vezes e chegar a ouvir que seu caso não teria mais solução., além de que estaria fadada a sofrer no relacionamento e no social por conta dos problemas com infecção urinária? Eu só queria morrer de tanto desespero naquele momento.”

Não é segredo para as mulheres o abalo emocional em ter que passar a usar fraldas geriátricas tão jovens por conta de um problema que poderia ser resolvido com um pouco mais de paciência.

Quando passei a usar as fraldas geriátricas TENA, me senti, com todo o respeito, uma senhora. Meu marido já me olhava com olhar de desapreço e nojo. Mas não tive alternativa, a incontinência me maltratava muito e me retraia das pessoas por conta do mau cheiro que a urina na calcinha exalava”.

Maria relata que só chegou nesse extremo porque não sabia – nem foi avisada pelos médicos – de nenhuma alternativa que pudesse preveni-la de chegar nesse ponto tão crítico.

A boa notícia é que cientistas já estavam atuando em uma solução eficaz e 100% natural justamente para quem estava passando por problemas de Infecção de Repetição e que não encontravam uma esperança com os métodos preventivos convencionais nem aguentavam mais os antibióticos.

Veja mais: Empresa começa a comercializar Coquetel Anti-Cistite aprovado pela Anvisa

A Paulista Maria das Mercês, de 31 anos, nos contou como está sendo viver livre das infecções urinárias com apenas 8 meses de uso do Coquetel Anti-Cistite.

Entramos em contato pessoalmente com “Maria das Mercês”, para que ela nos explicasse com mais detalhes como era viver as humilhações e constrangimentos que as infecções lhe causavam toda vez que lhe atacavam.

Maria, poderia nos contar como você venceu a ITU (Infecção do Trato Urinário)?

“Olha, não foi fácil. Vivo com isso há 6 anos. Os problemas de infecção iniciaram após minha vida sexual, no meu noivado, quando eu tinha 25 anos.

Ainda não era casada, não morava junto com meu atual marido, mas estava noiva e me preparando para casar. Naquele momento, estava passando um momento especial na minha vida com meu noivo, mas tivemos que dar um tempo nas relações por conta das infecções. Ele aceitou me ajudar, foi super parceiro naquele momento.

Por outro lado, era só a esperança de que aquilo pudesse ser resolvido com antibióticos. Achava que aquele obstáculo seria algo passageiro e que nunca mais iria retornar. Engano meu.

Lembro bem que, em uma das minhas infecções, cheguei a tomar cerca de 14 antibióticos. Para piorar, desenvolvi Candidíase, o que só agravou mais minha situação. No desespero, cheguei a frequentar grupos do Facebook de meninas que estavam na mesma situação que a minha, onde me recomendaram chás, banhos de assento, probióticos e higienização (aqueles protocolos comuns que os médicos recomendam e os quais eu já estava cansada de fazer).

Pulando de tratamento em tratamento, passaram-se mais de 10 anos me tratando dessas formas pouco eficazes (aqui senti que essas infecções pudessem trazer algum prejuízo para minha vida e para o relacionamento e talvez ‘’azedar a relação).

Até que um dia, para piorar minha autoestima, precisei fazer uso de fraldas e calcinhas descartáveis da TENA, por não estar suportando mais a incontinência urinária. E não tenho vergonha de relatar isso. Somente me dá força e sei do potencial que isso poderia trazer para outras mulheres que estão passando por isso.

Tinha dias em que, ao chegar da rua, minhas calças estavam molhadas de urina e a calcinha muito fedida. Não tive outra opção, tive que utilizar para esconder a calça molhada e o mau cheiro da urina, que exalava. Porém, aquilo derrubou totalmente minha autoestima para poder fazer qualquer coisa na rua ou até continuar trabalhando.

Não conseguia ter controle sobre ela. Isso foi um baque para mim. Era uma menina tão saudável até meus 18 anos e hoje ando como uma “senhora” passando por esse constrangimento.

Nessa altura, meu marido já estava um pouco cabisbaixo com a situação e eu me entristecendo cada vez mais.

Em um dado momento da minha vida, em que já estava saturada de todas as soluções que foram passadas, já chegando ao meu limite, além das vergonhas de chegar ao médico sem ter solução, quando já não suportava a situação das dores e o ”pinga-pinga” na calça, solicitei ao meu médico uma internação para tomar medicamentos na veia, mas não consegui.

Recordo-me de fazer tudo o que foi aconselhado pela ginecologista para prevenir: fiz uso de pomadas ginecológica, urinação e higiene antes e após as relações sexuais, calcinhas de algodão, etc., mas a infeção sempre teimava em voltar, retornando mais resistente aos antibióticos.

A cada 2 meses, tinha uma infecção. Meu marido já estava abusado com a frequência das infecções. Naquele momento, meu sentimento era de que isso pudesse acabar com o recente casamento. Nem eu mesma não suportava mais aquilo. Sem falar da quantidade de oportunidades que perdi por conta desse problema que se arrastava por 6 anos”.

O distúrbio é mais frequente no sexo feminino e pode manifestar-se tanto na quinta ou sexta década de vida quanto em mulheres mais jovens. A mulher que sofre deste disturbio sente vontade frequente de urinar.

No auge do problema, Maria apostou suas fichas em uma solução alternativa. E, por incrível que pareça, a resposta veio de uma pequena lembrança de quando ela estava na faculdade, cerca de 5 anos atrás.

“Lembrei de que estava em uma sala de laboratório com minha professora Viviane, de microbiologia, aprendendo sobre as bactérias e vírus.

Essa lembrança me trouxe, talvez, a esperança em sair desse problema grave…

Após entrar em contato com essa professora pelo Facebook e uma chamada de vídeo que durou pouco menos de 5 minutos, fiquei sabendo que ela também sofria de Infecção Urinária por bastante tempo e que fazia tratamento preventivo alternativo com o Coquetel Anti-Cistite.

Ela disse que era um composto com 6 principais ingredientes, que reforçava a imunidade e “blindava” a parede da bexiga, evitando que a bactéria E. Coli se fixasse ali.

Porém, disse ela, que, nas concentrações e combinações ideais, existia apenas uma empresa no Brasil que fazia esse trabalho e na qual ela confiava, chamada UroAlívio.

Uma informação como essa vinda de uma ex-professora passou confiança, pois já tinha me informado que o Coquetel e as cápsulas Anti-Cistite já estavam autorizados e aprovados pela Anvisa.

Não pensei duas vezes antes de iniciar a prevenção com o Coquetel Anti-Cistite. Entrei no site oficial e fiz um pedido para rendimento de 180 dias.

Não tinha nada a perder, era uma substância que não precisava de autorização médica e que qualquer pessoa poderia tomar.

Não tive escolhas, era a minha última tentativa de sair dos antibióticos e iniciar um tratamento que pudesse dar paz para mim novamente.

E, para minha felicidade, fiquei emocionada. Ele foi capaz de evitar que o pior se alastrasse. Foi tiro e queda. Tem 8 meses que não tenho mais recaída. Acabou com as dores, ardência e o pinga-pinga.

 Com um sorriso de um canto ao outro do rosto, ela conta:

Ganhei o desejo de viver novamente. Sinto-me livre. Nada paga o que estou sentindo agora. Voltei a caminhar e a trabalhar. Voltei a viver. O casamento voltou aos trilhos. Será uma nova história daqui em diante. 

Vivo como estivesse lá nos meus 20 anos, seguindo uma vida normal e com vários planos, com muita motivação para ir em busca dos meus objetivos”, conta Maria das Mercês, aliviada, com o sorriso de um canto ao outro, segurando o frasco do suplemento.

Veja mais: Incontini  lança Coquetel Natural Anti-Cistite aprovado pela Anvisa.

Coquetel 100% NATURAL CONCENTRADO, com 4 ingredientes, que ATESTA ‘’VARRER’’ das Vias Urinárias as Bactérias Que Poderiam Trazer a Temida Infecção, Reduzir as Dores Em 2 Dias e Criar Um Bloqueio Para novas Infecções no Organismo

Para explicar melhor sobre esse tratamento alternativo, nossa redação entrevistou o Dr. Rômulo Cortês Almeida, médico urologista e especialista em trato urinário em mulheres, formado na UNICAMP, para falar um pouco sobre o potencial do

Como o Coquetel Anti-Cistite têm sido a solução para prevenção para mulheres resistentes aos antibióticos? Pesquisas mostram que o extrato é uma grande promessa para reduzir o número de infecções no trato urinário de mulheres.

Pois é. Cada vez mais pacientes têm ficado resistentes aos antibióticos. Por esse motivo, os meus colegas de consultório precisam de antibióticos mais fortes para as pacientes, criando um ciclo vicioso e prejudicial para elas.

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos revelou que a taxa de pacientes resistentes ao ciprofloxacino pulou de 3% para 17% em 10 anos.

É por este motivo que, cada vez mais, médicos e pacientes que sofrem desse mal estão buscando um tratamento alternativo preventivo para evitar terem as infecções do trato urinário com tanta frequência.

E a solução segura e saudável que encontraram foi com o fruto de cranberry.

Uma pesquisa realizada em 2017 e publicada no The Journal of Nutrition, comprovou que as proantocianidinas (PACs) presentes no Cranberry reduzem o risco de as bactérias que causam a cistite “colarem” e se reproduzirem na parede do sistema urinário de pacientes saudáveis.

O que chamou atenção foi o dado de o estudo ter sido realizado com mulheres que apresentavam 50% mais risco de desenvolver a doença ao longo de sua vida com aquelas que mais sofriam com as infecções frequentes.

Mas, mesmo assim, o poderoso Cranberry foi responsável pela redução de 26% do reaparecimento de infecção urinária em mulheres que tinham mais propensão a sofrer do mal-estar.

Em 2002, um estudo clínico com 6 voluntários na Conferência de Biologia Experimental mostrou que o suco de Cranberry impede a adesão da E. coli nas células do trato urinário na urina dos voluntários.

Em outros estudos, examinaram a ação de frutas como maçãs, chás e chocolates e compararam com o poder do Cranberry na repelência da E.coli. Por unanimidade, o Cranberry foi além de todos eles.

Mas não para por aí. Uma equipe de cientistas nos Estados Unidos descobriu, em uma pesquisa feita em 2006, publicada na Revista World J Urol., que, após a ingestão do Cranberry, observaram que o Cranberry REDUZ a adesividade da bactéria na ”parede” da bexiga.

Revelando, mais uma vez, o poder das proantocianidinas presentes no fruto do Cranberry, criando um ambiente extremamente liso a ponto da infeliz bactéria não conseguir grudar, sendo expulsa pela urina, sem chances dela fazer sua “colônia” na sua bexiga.

Portanto, o consumo regularmente dos componentes presentes neste fruto, quando em quantidade suficiente e controlada, ajuda na redução dos números de infecções, resguardando o corpo da mulher das caixas dos antibióticos e de seus efeitos colaterais.

Nos primeiros 30 dias, você terá um ganho na imunidade com os bioativos presentes no UroAlívio. Vai acontecer uma verdadeira reforma para evitar que seu corpo permita a entrada da E.Coli.

Com o uso constante, sem pausas, o seu corpo começa a preparar um terreno inóspito para as bactérias que causam a cistite. E se, porventura, entrarem, as incríveis proantocianidinas serão expulsas pela Urina.

Especialistas revelam o que está por trás de resultados promissores em mulheres que usaram a fórmula do UroAlívio.

Seria natural que esse sucesso um dia pudesse vir à tona.

No Brasil, está se tornando uma febre entre nutricionistas e ginecologistas indicarem o UroAlívio por sua composição atacar a raiz do problema e não haver contraindicações nem efeitos colaterais, sendo indicado para qualquer tipo de paciente que quer evitar a reinfecção.

Especialistas em trato urinário relataram que suas pacientes obtiveram diversos benefícios ao fazerem uso contínuo do UroAlívio, como NUNCA mais sofrerem de:

➔ Dores renais que as paralisam;

➔ Cólicas que as deixavam imóveis na cama, sem vontade para nada e que nem analgésicos resolviam;

➔ Ardência e dores nas partes íntimas, tirando a sensação de alívio da bexiga só de imaginar aqueles ‘’cacos de vidros’’ passando pela uretra;

➔ Não terem visto mais sangue na urinação, o que preocupa só de ver;

➔ Fim da Incontinência urinária provocando mau cheiro corporal que as incomodavam por onde passavam, chamando atenção das pessoas;

➔ Fim do uso das calcinhas descartáveis, fralda geriátrica, do incômodo e da baixa autoestima.

O UroAlívio está sinalizando ser um suplemento mais eficaz e mais indicado nos consultórios para quem busca um tratamento alternativo natural.

Sua fórmula exclusiva conta com 6 bioativos que, juntos e nas quantidades ideais, unem forças e criam uma barreira protetora para a mulher.

Dentre elas:

Puro Cranberry 70% Americano: As proantocianidinas criam uma película deslizante na parede da bexiga e do trato urinário, evitando de a bactéria que causa a Cistite fixar-se e causar a doença.
Ácido Ascórbico (Vitamina C): Reforça a imunidade e deixa a urina mais ácida, criando um ambiente péssimo para as bactérias proliferarem.
Concentrações ideais de Sementes de Uva: Cápsulas ricas em fenólicos, tocoferol e proantocianidinas. Esses componentes, nas concentrações dentro do Uroalívio, mostraram-se ser grandes aliados para diminuir os sintomas de dores e ardor ao urinar em pacientes com infecções urinárias.

O UroAlívio (Coquetel Anti-Cistite) é composto por elementos ativos que ajudam a tirar o mal cheiro da urina em pacientes que sofrem de incontinência urinária.
Contém doses do ‘’Mineral da Vida’’ (Magnésio Dimalato): Evita a formação de pedras e as dolorosas crises renais com o efeito poderoso do ‘’Mineral da Vida’’ na composição do UroAlívio.
Zinco: Pesquisas certificam o potencial do zinco para o nosso corpo, combatendo a bactéria que causa a Cistite. No UroAlívio, ele vai atuar auxiliando no bom funcionamento do sistema autoimune, reduzindo as chances da infecção retornar.
Justamente esses 6 componentes exclusivos dentro do UroAlívio, composto apenas de vitaminas, minerais e extrato da fruta em sua forma natural, o tornam um suplemento sem contraindicações.

Sua fórmula isenta de efeitos colaterais o torna titular e mais indicado pelos nutricionistas e médicos para pacientes que querem uma prevenção eficaz das infecções urinárias em mulheres que desejam se livrar das caixas de antibióticos.

Veja mais: O mais Puro Coquetel Anti-Cistite, disponível no Brasil por 6x R$83,00 e que rende 180 dias.

Conversamos com a Maria das Mercês para nos explicar como foi a experiência dela com o uso do UroAlívio.

“Tudo começou quando eu já não tinha mais esperança com os tratamentos convencionais.

Uma das coisas que mais me passaram confiança na hora de adquirir o Coquetel Anti-Cistite da Marca UroAlivio foi, sem dúvidas, o selo e a autorização da Anvisa. Além de que eu, como bióloga, me achei no dever de buscar mais informações sobre o assunto e encontrei, em uma pesquisa, que o Cranberry reduziu em 26% as recidivas em pacientes que mais sofriam de Infecção de Repetição.

Assim que acessei o site, após a conversa com minha ex-professora, para a minha surpresa, eles ofereciam 30 dias de garantia. Ou seja, se não percebessem os benefícios nos primeiros 30 dias de uso do UroAlívio, eles devolveriam o dinheiro.

Sendo assim Comprei pela internet, no site oficial, chegando em poucos dias em casa.

Para você ter ideia…

Em algumas infecções mais persistentes, eu tinha 2 infecções a cada 30 dias. Após o uso contínuo do suplemento do UroAlívio (Anti-Cistite) e utilizando os protocolos recomendados por minha nova ginecologista, já fazem surpreendentemente 8 meses que não tive mais recidivas.

Não passei mais por problemas de infecção, ardência, dores, pinga-pinga nas calças, nada de sonda na vagina, NADA! Até a data em que falo com vocês aqui, estou em perfeita condição de saúde.

Foi um grande alívio ter passado o primeiro mês de uso sem as recaídas. Depois veio o 2º e o 3º mês; daí em diante, senti que o UroAlívio foi eficaz para mim.

A primeira mudança foi no casamento.

Eu e meu marido voltamos a ter namoros calorosos e picantes novamente. Isso era um desafio para mim e para ele, depois de 4 anos de casamento.

Voltei a ter mais liberdade de ir e vir com tranquilidade, consciente de que aquele “treco” na parte de baixo não fosse me atacar de repente enquanto estivesse em lugares longe de casa ou no trabalho (Infelizmente perdi meu último emprego por conta dessas infecções, não resisti àqueles boatos entre amigos).

Após 4 meses desempregada, consegui uma nova oportunidade, onde estou me sentindo mais confiante, sem passar pelos constrangimentos, com horas e horas no banheiro que tanto me atrapalhavam no convívio com colegas de trabalho quando tinha as temidas infecções.

Aposentei as fraldas geriátricas e as calcinhas descartáveis… Por incrível que pareça, me sinto mais confiante e dona de mim.

Aliás, essa história de superação me torna mais forte e torna outras mulheres que estão passando por isso mais fortes também. Foi um grande salto e um grande alívio. Minha autoestima estava visivelmente abalada com aquelas medidas. Isso nos abala muito, né? Mas, felizmente, isso é passado. Hoje sou uma ex-paciente de ITU”.

Como consumir o Cranberry para chegar nos resultados de forma eficaz?

Os resultados do Cranberry são surpreendentes. Mas, infelizmente, existem duas formas de consumo que podem nos frustrar, se não nos atentarmos.

Antes de tentar sair por aí para conseguir qualquer Cranberry ou frasco do suplemento, os médicos alertam algo importante para a escolha certa com o melhor custo x benefício.

Embora você o consiga em algumas casas de produtos naturais, o Cranberry precisa ter sido bem cultivado, para que tenha total capacidade de poder tratar o paciente que for fazer uso exclusivo com estratégias preventivas das Infecções Urinárias.

O fruto ‘’in natura’’ é custoso, podendo chegar aos R$80,00 o Kg. O uso prolongado pode doer no bolso e você não terá 100% de confiança de como ele foi cultivado.

E lembre-se: o produto mal cultivado e mal adubado é pobre nutricionalmente.

Não lhe causaria espanto toda atenção que é dada para esse fruto por parte dos cientistas, médicos e nutricionistas.

E esses olhares afetam diretamente o mercado. Hoje, esse fruto é embalado e vendido de diversas formas. Para citar algumas: chás, sucos, extrato, pó e cápsulas.

Porém, toda essa atratividade pelo Cranberry lhe custou ser um dos falsificados no mercado.

Na mesma casa de produto natural ou em uma farmácia de grande marca, lá poderá ter uma ameaça para sua saúde, com potes que indicam que há Cranberry, mas, na prática, você poderá estar sendo enganado.

No geral, especialistas recomendam que, na hora de escolher o seu, desconfie dos frascos muitos baratos e atente-se para as concentrações de Cranberry nas cápsulas, como também se há as vitaminas e minerais associados e se está devidamente autorizado e aprovado pela Anvisa para atuar no Brasil.

Apesar de o Cranberry americano ser o mais concentrado e puro, pelo simples fato de ser nativo do clima de lá, a Incontini tem feito esse papel muito bem aqui no Brasil.

O Incontini faz um trabalho brilhante nesse quesito. Ela traz o mais puro Cranberry dos Estados Unidos em forma de cápsulas inteligentes, contendo o extrato concentrado de 70% puro Cranberry, Isso faz com que cada cápsula tenha entre 10 a 15% desse frutinho promissor, sendo, assim, o ideal para o consumo concentrado e para quem deseja realmente prevenir das infecções urinárias.

Os micronutrientes associados ao Cranberry do Incontini enriquecem para trazer os resultados propostos, trazendo um grande aliado para as pacientes que o utilizam.

Ou seja, o Incontini foi especificamente formulado para os fins de prevenção às infecções do trato urinário.

Enquanto os outros podem deixar essa dúvida no ar quanto aos seus objetivos.

Como adquirir o Coquetel Anti-Cistite no Brasil e conseguir os resultados magníficos que Maria e outras mulheres estão conseguindo?

O Coquetel Anti-Cistite tem sua fórmula exclusiva pelo Incontini.

Se você quiser adquirir o Incontini, você não encontrará em farmácias. O fabricante e o detentor da fórmula do Incontini preferiram cortar um distribuidor e vender exclusivamente pelo site oficial da marca, assim o desconto fica inteiramente com você, consumidor final.

Você encomenda seu produto e irá recebê-lo em casa com entrega responsabilizada pelos correios.

Além disso, os diretores do Incontini concordaram em dar uma garantia incondicional de 30 dias. Ou seja, se, por qualquer motivo que seja, você não gostar do que lhe foi apresentado (qualquer coisa, até se você não gostar do formato da cápsula), devolvemos seu dinheiro de volta.

Mas, se você quiser garantir essa oferta especial, você precisa agir rápido.

Para encomendar e se beneficiar do poder do Anti-Cistite, clique no link abaixo.

Atualização: Últimos Frascos Disponíveis.
Promoção acaba em:

16/05/2022

Comentários: 248

Clara Barros Goncalves disse:

Gente realmente funciona, super funcionou comigo, adorei o Incontini. Eu sofria muito com infecções e dores ao Urinar.

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 5 min

Raissa Sousa Oliveira disse:

Minha imunidade está muito melhor agora que eu tomei o Incontini, não tive mais problemas com infecções de repetição que eu tinha tanto. Obrigado!!!

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 8 min

Giovana Costa Barros disse:

No começo fiquei na dúvida se realmente funcionava, mas o pessoal do uroalívio é maravilhoso, meu pedido chegou super rápido e já estou na terceira compra.

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 13 min

Aline Araujo disse:

Conseguir eliminar minhas infecções e Candidíase. Muito obrigado e grata por ter lido essa matéria e ter conhecido o Incontini, recomendo a todas.

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 22 min

Alice Pereira Alves disse:

Deu certo comigo, compre de olho fechado!

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 24 min

Bruna Ribeiro disse:

O melhor que tomei até hoje, cumpre com o que promete!

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 29 min

Júlia Barros Rocha disse:

Gostaria de ter conhecido antes, pois foi o único que me ajudou com minhas infecções e candidiase.

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 30 min

Yasmin Alves disse:

Estou chocada com o resultado que conseguir com essas dicas, obrigado mesmo supe indico para quem está lendo aqui.

Responder • Curtir • Seguir Publicação • 31 min

[email protected]

INFORMAÇÃO:

Isto é um advetorial, a história retratada neste site e a pessoa retratada é baseada nas historias e relatos dos nossos clientes, os resultados podem variar de pessoa para pessoa, o produto é natural, consulte seu medico.